É o momento de comprar imóvel!

Talvez estamos vivenciando o melhor momento para comprar imóvel, seja para uso próprio ou para investimento. Aproveite o momento!

O mercado de imóveis assim como a bolsa de valores, bolsa de mercadorias, commodities e outros itens que variam com a vontade do mercado (oferta e demanda). Tem seus ciclos de alta e baixa.

No atual momento político e econômico do Brasil, especificamente o mercado de imóveis está em um momento de baixa, já faz uns 2 ou 3 anos com esse viés. Acredito que no mercado imobiliário estamos prestes a atingir o pico mínimo, e com isso haverá uma inversão quando a curva voltará a subir e com isso os preços dos imóveis.

Portanto Continuar lendo

Anúncios

Momento do mercado – Julho/2016!

Os últimos anos foi muito bom para os compradores de imóveis. Com excesso de ofertas, os valores tiveram alguma redução, mas esse momento parece estar chegando ao final.

Os últimos 2 ou 3 anos foi excelente para os compradores de imóveis, com dinheiro em mãos puderam se beneficiar do momento de instabilidade do mercado e fazer boas compras. As propostas, mesmo as menores, eram estudadas a fundo, na ponta do lápis e se o vendedor achasse que era o mínimo aceitável o negócio estava fechado.

Porém os resultados mais recentes mostram que esse período de bonança dos compradores pode estar com os dias contados. Hoje os estoques são menores, as ofertas encolheram e as oportunidades estão ficando cada vez mais escassas.

A CEF anunciou na semana passada uma liberação de R$ 16 bilhões para o setor imobiliário, onde R$ 6 bilhões são para os financiamento e ou outros R$ 10 bilhões para financiar as construtoras. Esse grande aporte, aliado aos números econômicos mais otimistas e a crescente confiança dos consumidores faz com que as construtoras e incorporadoras tenham uma melhor perspectiva para os próximos anos.

— A expectativa é executar todo o orçamento, além de aumentar a velocidade das vendas e a própria economia. A construção civil é um dos setores que respondem mais rapidamente a medidas de estímulo.
Nelson Antonio de Souza – Vice presidente de Habitação CEF  Fonte:globo

Com isso é forte a tendência de as oportunidades e os descontos ofertados até agora diminuam muito e em curto prazo desapareçam do mercado. E assim o poder de barganha do comprador irá diminuir.

Enfim, se você tem recursos suficientes para comprar a vista ou dar de entrada em um imóvel, ainda é um momento propício, pois é possível encontrar oportunidades e bons descontos em alguns imóveis. Mesmo que tenha que fazer um financiamento com as taxas altas ainda vale a pena, pois caso as taxas tenham uma redução será possível fazer a portabilidade de seu financiamento para outra instituição com juros menores.

Aproveite o momento e faça um excelente negócio. Consulte seu corretor de imóveis, ele saberá lhe conduzir para as boas oportunidades do mercado. Evite fazer a transação sem a intermediação de um profissional, pois isso poderá lhe trazer grandes complicações futuras.

Caso não tenha nenhum corretor de confiança, a VAST imóveis está ao seu dispor para lhe ofertar as melhores opções do mercado.

Novas regras da Caixa vigoram a partir de hoje!

Novas regras da Caixa Econômica Federal passam a valer a partir de hoje (24/03/2016). Veja abaixo os novos percentuais de financiamento.

 

Hoje começam a vigorar as novas regras para o financiamento imobiliário pela Caixa Econômica Federal essas regras foram alteradas com intenção de estimular e reaquecer o mercado imobiliário.

A partir de agora é possível financiar pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) imóveis com valor de até R$ 750.000,00 (para os estados de MG, RJ, SP e DF) e de até R$ 650.000,00 para os demais estados. Os percentuais de financiamento são de 70% para o setor privado e de 80% para os funcionários públicos. Nessa modalidade ainda é possível utilizar os recursos do FGTS como entrada do imóvel. Continuar lendo

CAIXA vai financiar até 70% dos imóveis usados.

A Caixa Econômica Federal que em maio de 2015 reduziu o percentual de financiamento para imóveis usados ao patamar de 50% do valor do imóvel, resolve aumentar esse patamar para 70% do valor pelo sistema SBPE.
Agência da CEF
Agência da CEF

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (8) medidas para tentar facilitar a compra da casa própria, em meio à falta de crédito no mercado. As principais mudanças são:

  • Liberação de R$ 7 bilhões para a linha chamada de Pró-cotista

Essa linha de crédito financia até 85% do valor do imóvel novo ou usado (para imóveis de até R$ 750 mil), em até 30 anos, com taxa de juros entre 7,85% e 8,85% ao ano.

Esse financiamento usa recursos do Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Para contratar, é preciso ter conta ativa no FGTS e Continuar lendo

2016 e o mercado de imóveis.

O ano de 2016 mal começou e é uma incerteza para o mercado de imóveis. Mas o que podemos esperar?

panorama-expectativa-2016

Passamos por momentos turbulentos no cenário político e econômico e isso prejudica e muito o mercado imobiliário. Pois com toda a indecisão que envolve esses cenários, a tendência é de que o crédito continue restrito e as taxas de juros em alta.Com isso o volume de financiamento imobiliário tende para baixo. Como a maioria das aquisições são feitas através de financiamentos, há fortes indícios de um mercado desaquecido. Mas caso tenhamos alguma solução Continuar lendo

SAC ou PRICE qual melhor sistema de amortização?

Há no mercado três opções para amortização da dívida proveniente de financiamento imobiliário. SAC, PRICE e MISTO. Entenda como funciona cada um e escolha o que melhor pode te atender.
TABELA-SAC-PRICE-420x312

Hoje temos em nosso sistema financeiro três modalidades para o financiamento imobiliário. O SAC (Sistema de Amortização Constante), PRICE (Sistema Francês de Amortização) e o SAM (Sistema de Amortização Misto).

Agora o que significa e qual a diferença de cada um deles?

Primeiro devemos deixar claro que o valor pago mensalmente, a chamada prestação é composta pelos juros sobre o saldo Continuar lendo

O MERCADO IMOBILIÁRIO E A CRISE ECONÔMICA.

Como se apresenta o mercado de imóveis na atual crise econômica do Brasil?

housing-market-declining

Bem, com a demanda em queda e a oferta mantida, a tendência é de haver uma pequena retração nos preços dos imóveis, principalmente por parte daqueles que necessitam vender seus imóveis de qualquer forma. Com isso os interessados em comprar imóveis devem estar bem atentos para as oportunidades que surgirão nesse momento de turbulência, principalmente aqueles que não dependem de financiamento imobiliário. Continuar lendo

As novas diretrizes do financiamento imobiliário afeta o mercado?

Recentemente a Caixa Econômica Federal – CEF anunciou mudanças no financiamento imobiliário e isso impactou diretamente no mercado de imóveis. E como nós corretores podemos agir?
financiamentos-de-imoveis

Em maio deste ano (2015) a CEF anunciou novas regras para o financiamento imobiliário, onde os imóveis que anteriormente eram financiados em até 90% do valor passou a ser de 50% para os financiamentos baseados na poupança (SBPE) e para 80% nos imóveis financiados pelo FGTS (pró cotista). E isso gerou um grande desconforto nos possíveis compradores de imóveis.

Segundo uma pesquisa Continuar lendo

Quem quer financiar um imóvel tem alternativas fora da Caixa Econômica Federal.

Com a redução do teto para financiamento imobiliário pela Caixa Econômica Federal (CEF) os outros bancos tendem a ganhar mais clientes nesse setor.

logos-bancos

Desde o último dia 4 de maio, a CEF anunciou a redução dos percentuais para financiamento imobiliário. Onde a partir de então os financiamento pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) para imóveis de até R$ 750.000,00, o percentual máximo de financimento é de 50% do valor do imóvel. Já para os imóveis com valor superior à R$ 750.000,00 o financiamento é pelo Sistema Financerio Imobiliário e o percentual máximo de financiamento é de 40%. Continuar lendo

Financiamento Imobiliário: CEF terá novas regras para o SBPE.

A Caixa Econômica Federal mudará as regras para o financiamento imobiliário.

SBPE.png

Segundo publicação da Página do Facebook Resumo Imobiliário a CEF terá novas regras para os financiamento de imóveis no ambito do SBPE a partir de 13/04/2015. Confira abaixo as principais alterações que serão promovidas:Vejam os detalhes da alteração:TAXA DE JUROS.

Serão alteradas as taxas de juros das operações de financiamento de imóveis residenciais no âmbito do SFH, conforme cada nível de relacionamento abaixo: Continuar lendo