CAIXA vai financiar até 70% dos imóveis usados.

A Caixa Econômica Federal que em maio de 2015 reduziu o percentual de financiamento para imóveis usados ao patamar de 50% do valor do imóvel, resolve aumentar esse patamar para 70% do valor pelo sistema SBPE.
Agência da CEF
Agência da CEF

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (8) medidas para tentar facilitar a compra da casa própria, em meio à falta de crédito no mercado. As principais mudanças são:

  • Liberação de R$ 7 bilhões para a linha chamada de Pró-cotista

Essa linha de crédito financia até 85% do valor do imóvel novo ou usado (para imóveis de até R$ 750 mil), em até 30 anos, com taxa de juros entre 7,85% e 8,85% ao ano.

Esse financiamento usa recursos do Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Para contratar, é preciso ter conta ativa no FGTS e Continuar lendo

Anúncios

Escritura de Compra e Venda de Imoveis.

A escritura pública de compra e venda de um imóvel é o documento pelo qual o vendedor transfere a propriedade de um imóvel perante a sociedade. Saiba quais são os tipos de escritura

A escritura pública deverá ser lavrada no Cartórios de Notas de sua preferência por um tabelião competente. Após a lavração da escritura é que será possível o registro da venda na Matrícula do Imóvel. Abaixo descrevo alguns tipos de escritura disponíveis:

1) Escritura de Promessa de Compra e VendaContinuar lendo

Assembleias condominiais porque participar?

Muito condôminos simplesmente abdicam de participar das assembleias em seu condomínio. Entenda porque é importante a sua participação nessas assembleias.
Assembleia

Existe a obrigação de todo condomínio de realizar uma Assembleia Geral Ordinária anualmente. E além dessa, muitos condomínios realizam assembleias extraordinárias para assuntos mais diversos e de interesse comum aos condôminos.

As assembleias condominiais são o meio pelo qual as regras, obrigações e direitos dos moradores são discutidas e decididas. Diante disso é de suma importância a participação de todos os condôminos Continuar lendo

2016 e o mercado de imóveis.

O ano de 2016 mal começou e é uma incerteza para o mercado de imóveis. Mas o que podemos esperar?

panorama-expectativa-2016

Passamos por momentos turbulentos no cenário político e econômico e isso prejudica e muito o mercado imobiliário. Pois com toda a indecisão que envolve esses cenários, a tendência é de que o crédito continue restrito e as taxas de juros em alta.Com isso o volume de financiamento imobiliário tende para baixo. Como a maioria das aquisições são feitas através de financiamentos, há fortes indícios de um mercado desaquecido. Mas caso tenhamos alguma solução Continuar lendo

Caixa Economica Federal altera as regras para o financiamento.

Após 2015 ser marcado pela alto dos juros e diminuição dos percentuais para financiamento, a CEF inicia 2016 com uma boa notícia para o setor e os compradores.

novas-regras-para-financiamento-imobiliario-caixa-economicaA CEF anunciou algumas mudanças que terão impacto direto no financiamento imobiliário e nas vendas de imóveis. As mudanças atende principalmente a classe média.

FUNDO PROCOTISTA FGTS

No ano passado (2015) a CEF havia reduzidoo valor limite para financiamentos com fundo Procotista FGTS para imóveis com valor de até Continuar lendo

Alugar ou comprar? Qual a melhor solução para mim?

Atualmente com a alta dos juros do financiamento bancário, muitas pessoas se questionam se é melhor comprar ou alugar um imóvel. Calculadora ajuda a saber qual a melhor opção.

Alugar ou Comprar

A Calculadora Fipe Zap mostra ao usuário se é mais vantagem comprar ou alugar um imóvel, levando-se em consideração o aspecto financeiro.

O usuário deverá preencher dados básicos como o valor de compra, a taxa de juros, o valor de entrada e a quantidade de parcelas. Ou ainda utilizar-se de davos previsamente cadastrado pelo ZAP. Ao final a calcudora Continuar lendo

O MERCADO IMOBILIÁRIO E A CRISE ECONÔMICA.

Como se apresenta o mercado de imóveis na atual crise econômica do Brasil?

housing-market-declining

Bem, com a demanda em queda e a oferta mantida, a tendência é de haver uma pequena retração nos preços dos imóveis, principalmente por parte daqueles que necessitam vender seus imóveis de qualquer forma. Com isso os interessados em comprar imóveis devem estar bem atentos para as oportunidades que surgirão nesse momento de turbulência, principalmente aqueles que não dependem de financiamento imobiliário. Continuar lendo

As novas diretrizes do financiamento imobiliário afeta o mercado?

Recentemente a Caixa Econômica Federal – CEF anunciou mudanças no financiamento imobiliário e isso impactou diretamente no mercado de imóveis. E como nós corretores podemos agir?
financiamentos-de-imoveis

Em maio deste ano (2015) a CEF anunciou novas regras para o financiamento imobiliário, onde os imóveis que anteriormente eram financiados em até 90% do valor passou a ser de 50% para os financiamentos baseados na poupança (SBPE) e para 80% nos imóveis financiados pelo FGTS (pró cotista). E isso gerou um grande desconforto nos possíveis compradores de imóveis.

Segundo uma pesquisa Continuar lendo

Quanto o financiamento imobiliário afetará minha saúde financeira?

Ao contratar um financiamento imobiliário é preciso fazer uma criteriosa análise de quanto haverá de impacto em sua saúde financeira.

orçamento-familiar

A decisão de comprar um imóvel com recursos de financiamento imobiliário é bem complexa. É fundamental que a família se una nesse momento para fazer contas e verificar o quanto isso afetará seu orçamento familiar.

Ao comprar o seu sonhado imóvel você não pode deixar de computar as despesas que terão além do financiamento. Essas despesas começam com os valores para registro do imóvel e Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).

Atualmente o ITBI para a cidade de São Paulo tem alíquota de 3% sobre o valor da negociação. Vamos supor Continuar lendo

Quem quer financiar um imóvel tem alternativas fora da Caixa Econômica Federal.

Com a redução do teto para financiamento imobiliário pela Caixa Econômica Federal (CEF) os outros bancos tendem a ganhar mais clientes nesse setor.

logos-bancos

Desde o último dia 4 de maio, a CEF anunciou a redução dos percentuais para financiamento imobiliário. Onde a partir de então os financiamento pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) para imóveis de até R$ 750.000,00, o percentual máximo de financimento é de 50% do valor do imóvel. Já para os imóveis com valor superior à R$ 750.000,00 o financiamento é pelo Sistema Financerio Imobiliário e o percentual máximo de financiamento é de 40%. Continuar lendo