Busca

VAST Imóveis – Blog

O MERCADO IMOBILIÁRIO E A CRISE ECONÔMICA.

Como se apresenta o mercado de imóveis na atual crise econômica do Brasil?

housing-market-decliningHoje vivemos um momento de forte crise econômica no Brasil e com isso a maioria dos mercados passa, também, por momentos turbulentos. E não é diferente com o mercado imobiliário.Diante da atual crise, os bancos restringiram os créditos para financiamento imobiliário no país e com isso a demanda por imóveis teve sensível queda. Mas o que isso impacta no mercado como um todo?

Bem, com a demanda em queda e a oferta mantida, a tendência é de haver uma pequena retração nos preços dos imóveis, principalmente por parte daqueles que necessitam vender seus imóveis de qualquer forma. Com isso os interessados em comprar imóveis devem estar bem atentos para as oportunidades que surgirão nesse momento de turbulência, principalmente aqueles que não dependem de financiamento imobiliário.

Mas é bom apressar-se, pois isso deve ser apenas momentâneo. Pois em um médio prazo, a demanda e oferta deverá se equilibrar novamente e por consequência as oportunidades tendem a diminuir.

Em meu ponto de vista, ainda não atingimos o ‘fundo do poço’ e também não é possível determinar qual será o momento mais profundo da crise. As pessoas que conseguirem vislumbrar e identificar o momento exato da inversão da tendência terão grandes chances de lucrar com as oportunidades. Portanto esteja atento às notícias diárias, acompanhe de perto tudo que esteja relacionado com o mercado imobiliário.

Os estoques das grandes construtoras pode ser um bom termômetro para ser observado. Uma vez que esses estoques estejam em queda, poderá demonstrar retomada na demanda por imóveis e também ser um informativo da reversão da tendência.

Em resumo, este momento de crise poderá ser um ótimo momento para investir no mercado de imóveis. Mas sempre ressaltando a importância de estar atento às nuances no mercado. Não tenha medo, investir em imóveis é e sempre será um bom negócio.

As novas diretrizes do financiamento imobiliário afeta o mercado?

Recentemente a Caixa Econômica Federal – CEF anunciou mudanças no financiamento imobiliário e isso impactou diretamente no mercado de imóveis. E como nós corretores podemos agir?

Em maio deste ano (2015) a CEF anunciou novas regras para o financiamento imobiliário, onde os imóveis que anteriormente eram financiados em até 90% do valor passou a ser de 50% para os financiamentos baseados na poupança (SBPE) e para 80% nos imóveis financiados pelo FGTS (pró cotista). E isso gerou um grande desconforto nos possíveis compradores de imóveis.

Segundo uma pesquisa feita pelo portal Viva Real após o anúncio da CEF na redução dos percentuais para financiamento 22% dos interessados em imóveis desistiram da procura, 45% passaram a buscar por imóveis com valor menor, 25% continuaram sua busca, 3% optaram por alugar um imóvel e 5% afirmam que pretendem aumentar os prazos para poder comprar o imóvel.

Diante dessa pesquisa, podemos observar que os interessados em imóveis tomam como base a CEF para a questão do financiamento de imóveis. Mas é preciso mencionar que os outros bancos também tem essa modalidade de crédito e por vezes com taxas de juros tão competitivas quanto às taxas praticadas pela CEF. Por exemplo o Banco Itaú e Santander financiam até 75% do valor do imóvel. E agora em Julho o Banco do Brasil anunciou o percentual de 90% para imóveis financiados com o pró cotista. As taxas de juros sofrem pequenas variações de banco para banco, mas sempre é possível negociar um patamar acessível para sua necessidade.

Portanto, Continue reading “As novas diretrizes do financiamento imobiliário afeta o mercado?”

Consórcio de Imóveis: como funciona?

Entenda como funciona o consórcio de imóveis, saiba para quem é adequado e tire suas dúvidas.
Os consórcios são uma modalidade de autofinanciamento desenvolvida no Brasil usada por milhões de pessoas para comprar algum bem – um imóvel, por exemplo. Funciona da seguinte maneira: a administradora do consórcio, uma instituição financeira, reúne um grupo de pessoas com o objetivo comum de comprar o mesmo bem – imagine, por exemplo, que 200 pessoas se juntam para comprar 200 imóveis, dividindo os pagamentos em 100 parcelas mensais. A cada mês, o dinheiro das parcelas pago por todos os participantes é usado para que ao menos dois deles possam fazer a aquisição.

As pessoas que terão direito a comprar o bem serão determinadas de duas formas.

A primeira é por sorteio, Continue reading “Consórcio de Imóveis: como funciona?”

Quanto o financiamento imobiliário afetará minha saúde financeira?

Ao contratar um financiamento imobiliário é preciso fazer uma criteriosa análise de quanto haverá de impacto em sua saúde financeira.

 

A decisão de comprar um imóvel com recursos de financiamento imobiliário é bem complexa. É fundamental que a família se una nesse momento para fazer contas e verificar o quanto isso afetará seu orçamento familiar.

Ao comprar o seu sonhado imóvel você não pode deixar de computar as despesas que terão além do financiamento. Essas despesas começam com os valores para registro do imóvel e Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).

Atualmente o ITBI para a cidade de São Paulo tem alíquota de 3% sobre o valor da negociação. Vamos supor que compre um imóvel com valor de R$ 500.000,00, nesse caso o ITBI será de R$ 15.000,00 que deverá ser pago à vista para a prefeitura. Já para o registro de imóveis há uma Tabela de Custas, também, com base no valor da negociação.

Nesse momento Continue reading “Quanto o financiamento imobiliário afetará minha saúde financeira?”

Cuidados ao comprar um imóvel usado.

A pessoa interessada em comprar um imóvel usado deve observar alguns itens antes de fechar a compra.

Antes de comprar um imóvel usado é preciso avaliar detalhadamente alguns fatores para que o seu sonho não se torne um pesadelo. Abaixo segue uma lista com alguns pontos prioritários:

1) LOCALIZAÇÃO : Verifique a vizinhança, de preferência faça várias visitas em horários diferentes para averiguar o barulho e o transito local, inclusive visite a região no horário noturno e finais de semana. Veja também as opções de transporte público, quais e quantas linhas de ônibus passam próximo ao imóvel. O comércio próximo é um fator importante na análise, porém ter uma feira livre na porta de sua residência ou uma casa noturna próxima pode ser um importuno.

2) INSOLAÇÃO: Observe se no imóvel há incidência do sol e em quais horários. Se na maior parte é o sol da tarde que ilumina o imóvel, ele tende a ser quente. No verão poderá ser um importuno.

3) CONSTRUÇÃO: Continue reading “Cuidados ao comprar um imóvel usado.”

Quem quer financiar um imóvel tem alternativas fora da Caixa Econômica Federal.

Com a redução do teto para financiamento imobiliário pela Caixa Econômica Federal (CEF) os outros bancos tendem a ganhar mais clientes nesse setor.Desde o último dia 4 de maio, a CEF anunciou a redução dos percentuais para financiamento imobiliário. Onde a partir de então os financiamento pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) para imóveis de até R$ 750.000,00, o percentual máximo de financimento é de 50% do valor do imóvel. Já para os imóveis com valor superior à R$ 750.000,00 o financiamento é pelo Sistema Financerio Imobiliário e o percentual máximo de financiamento é de 40%.

Porém os outros bancos que também atuam no setor de financiamento imobiliário, ainda ofertam financiamentos com até 80% do valor total do imóvel financiado. É o caso do ITAÚ, Bradesco, Banco do Brasil e Santander. Continue reading “Quem quer financiar um imóvel tem alternativas fora da Caixa Econômica Federal.”

Financiamento Imobiliário: CEF terá novas regras para o SBPE.

A Caixa Econômica Federal mudará as regras para o financiamento imobiliário.

 

Segundo publicação da Página do Facebook Resumo Imobiliário a CEF terá novas regras para os financiamento de imóveis no ambito do SBPE a partir de 13/04/2015. Confira abaixo as principais alterações que serão promovidas:Vejam os detalhes da alteração:TAXA DE JUROS.

Serão alteradas as taxas de juros das operações de financiamento de imóveis residenciais no âmbito do SFH, conforme cada nível de relacionamento abaixo:

a) Taxa balcão terá uma Taxa de Juros Efetiva de 9,45%.
b) Relacionamento terá uma Taxa de Juros Efetiva de 9,30%.
c) Relacionamento + Salário terá uma Taxa de Juros Efetiva de 9,00%.
d) Servidor (Relacionamento) terá uma Taxa de Juros Efetiva de 9,00%.
e) Servidor (Relacionamento + Salário) terá uma Taxa de Juros Efetiva de 8,80%.

VALOR MÍNIMO/MÁXIMO, PERCENTUAIS E PRAZO PARA FINANCIAMENTO.

a) Valor mínimo para Continue reading “Financiamento Imobiliário: CEF terá novas regras para o SBPE.”

A crise chegou ao Mercado Imobiliário. É hora de comprar?

Em algumas capitais, os preços estão estagnados ou crescem abaixo da inflação; paradeira no setor beneficia consumidores dispostos a negociar.

Hora de Comprar?
Hora de Comprar?

A ideia de que o Brasil vivencia uma bolha no mercado imobiliário causa debate há quase uma década. Enquanto milhares aproveitaram a expansão e o barateamento do crédito para comprar suas casas, outros tantos – descrentes de que os valores pudessem se manter sempre em alta – preferiram esperar o momento em que os preços começassem a cair. A teoria da bolha ainda não foi comprovada. Mas a chegada da crise econômica começa a ter seus efeitos sobre os imóveis. O índice FipeZap de fevereiro mostra que os preços estacionaram nas capitais brasileiras. Mais ainda: pela primeira vez desde que foi criado, o indicador começa a captar quedas. O Distrito Federal é um caso exemplar: o avanço dos preços em 12 meses é de 0,18%. Descontada a inflação do período, trata-se de uma queda real de quase 8%. Especialistas consultados pelo site de VEJA garantem: não haverá um derretimento de preços. Mas, em 2015, quem estiver disposto a comprar encontrará o caminho livre para negociar descontos impensáveis bem pouco tempo atrás.

Uma série de fatores conjunturais explica a desaceleração. A espiral de decisões erradas tomadas pelo governo Dilma Rousseff desde 2011 assustou o setor produtivo, que parou de investir e, consequentemente, Continue reading “A crise chegou ao Mercado Imobiliário. É hora de comprar?”

Mercado Imobiliário reduz preços e facilita pagamento para recuperar clientes.

Venda de novos teve queda de 35% em 2014, enquanto de usados subiu 41%

Chave
Construtoras, incorporadoras e donos de imóveis estão bastante flexíveis na negociação. Imagem: Getty Images

Após quase uma década de preços em alta e vendas elevadas, o mercado imobiliário mudou a estratégia em 2015. Para recuperar clientes, as construtoras, incorporadoras, imobiliárias e donos de imóveis estão realizando uma reacomodação dos preços, por meio de descontos e facilidades de pagamento que não ocorriam quando o mercado estava superaquecido.

O mercado de imóveis novos registrou desempenho ruim em 2014, com menos lançamentos, vendas historicamente baixas e, consequentemente, alta no estoque (unidades não vendidas após três anos).

Segundo o Secovi (Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo), o estoque passou de 19.692, em 2013, para 27.255 unidades em 2014. Continue reading “Mercado Imobiliário reduz preços e facilita pagamento para recuperar clientes.”

LOJA COMERCIAL – CERQUEIRA CÉSAR (VENDA/LOCAÇÃO)

Ótima loja comercial – Cerqueira César.

2 pavimentos com fachada de vidro e 400 metros da estação Oscar Freire do Metrô

Para mais informações acesse o link: http://goo.gl/c2FIit

Veja essa e outras oporunidades em www.vastimoveis.com.br

Este slideshow necessita de JavaScript.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com. | O tema Baskerville.

Acima ↑

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 855 outros seguidores